Conheça as startups em BH que são destaque no país

As startups em BH vêm ganhando grande destaque no cenário nacional, atraindo muitos empreendedores para a capital mineira. O setor de tecnologia, tanto em Minas Gerais quanto no resto do país, vem mostrando bastante crescimento — cerca de 30% ao ano, o que está no caminho contrário da atual crise econômica.

Isso acontece porque, quando as empresas investem em startups, elas conseguem reduzir seus custos operacionais, principalmente no que diz respeito ao desenvolvimento de softwares, aplicativos e sites. Somado a isso, há empreendedores que estão sempre em busca do novo, sem medo de se arriscar.

Neste artigo, vamos explicar o porquê de Minas ser reconhecido como um dos principais polos de inovação do Brasil atualmente, contar um pouco sobre a história do San Pedro Valley e apresentar as principais startups presentes na capital do estado. Ficou interessado? Então, continue a leitura e saiba mais!

Belo Horizonte, um polo importante de tecnologia

Primeiramente, vale ressaltar que Minas Gerais só fica atrás de São Paulo no que diz respeito à tecnologia da informação e biotecnologia, uma vez que o estado possui um ecossistema sólido para o empreendedor, assim como ações que visam a fomentação da cultura empreendedora no estado.

Além disso, há universidades que são destaque na área de TI, com investimentos significativos em pesquisa e desenvolvimento, como a UFMG. A Escola de Engenharia e o Departamento da Ciência da Computação da universidade tem foco em estudos aplicados, fornecendo muita mão de obra para o setor — o que fomentou o aumento de empreendedores na região.

Para que você entenda o crescimento desse tipo de empresa em BH, vamos apresentar alguns números. A cidade já possui mais de 300 startups, sendo que 9 estão no ranking das melhores do 100 Open Startups de 2017: movimento que analisa anualmente a reputação dessas instituições no ecossistema de inovação do qual fazem parte.

Sendo assim, corporações, empreendedores e investidores buscam certificar aquelas que apresentam as melhores soluções para os desafios enfrentados pela sociedade e pelo mercado. Entre as 20 categorias analisadas, podemos destacar as seguintes: plataformas científicas e tecnológicas, educação do futuro, cidades inovadoras, sociedade da informação etc.

Ademais, há bons incentivos do governo, a realização de eventos e palestras quase semanais e programas de aceleração de crescimento, como o Seed. Essa prosperidade também se dá pelo fato de haver um laço forte entre órgãos governamentais, universidades e empresas.

O San Pedro Valley

Exatamente por causa de todo esse investimento e mão de obra qualificada disponível, empresas como o Google escolheram Belo Horizonte como sede de seu primeiro centro de engenharia na América Latina — o que foi o ponto de partida para a formação desse ecossistema de startups.

Entre 2009 e 2010, um dos primeiros encontros (meetup) de startups foi feito em BH e a partir daí tudo começou a ganhar mais força. O termo “San Pedro Valley” veio de uma brincadeira entre amigos que se encontravam em uma padaria do bairro São Pedro e foi oficializado por uma hashtag no Twitter.

Nesse ponto, você pode estar se perguntando: mas, afinal, por que o San Pedro Valley é comparado ao Vale do Silício, nos EUA? A resposta é simples: porque tudo funciona com as mesmas características do ecossistema dos Estados Unidos. Não há uma hierarquia ou uma organização em si, ou seja, não é uma marca registrada.

Também não há mensalidade e nenhum líder formalizado, e isso se dá porque pessoas diferentes se destacam por habilidades em uma área específica. Sendo assim, há diversos atores (divididos entre os ecossistemas existentes) que promovem iniciativas, eventos e projetos e buscam aqueles que estejam interessados em participar de todos esses processos.

Aliás, outro ponto de destaque é a facilidade de comunicação entre a maioria dos fundadores das startups de BH, o que faz uma grande diferença e facilita bastante a colaboração entre todos, inclusive o networking, promovendo maiores chances de crescimento geral.

Apesar de a informalidade trazer alguns pontos negativos, essa característica é vista como uma das maiores qualidades desse tipo de trabalho realizado em comunidade, pois é necessário se engajar e se dedicar para conseguir prosperar. No final das contas, só fica quem realmente quer.

As principais startups em BH

Agora que você já entendeu mais sobre o assunto, é hora de conhecer os maiores nomes da capital mineira nesse setor. Vamos lá?

PickMeApp

Voltada para soluções de transporte, a empresa surgiu em 2015 com o intuito de oferecer caronas gratuitas para eventos e bares de Belo Horizonte (são 167 estabelecimentos cadastrados). Sendo assim, é uma excelente opção para quem quer voltar para casa tranquilo depois de beber, sem precisar gastar para isso.

VG Resíduos

Tem foco na redução de resíduos e é baseada na Política Nacional de Resíduos, possibilitando uma excelente gestão de todo o refugo, que vai de sua geração até o destino final. Sua plataforma permite a monitoração dos documentos, processos, prestadores de serviços e das áreas geradoras.

Sympla

Com atuação em todo o Brasil, em mais de 2 mil cidades, é uma startup líder na venda de tickets online para shows e eventos de diversos tipos, como os esportivos e congressos. Facilita, também, a vida dos produtores de eventos.

Max Milhas

Funciona como um marketplace para a compra e venda de passagens aéreas com desconto, bem como a troca de milhas — mesmo que você não as tenha. Há também a opção da comparação de preços e pode anunciar a venda de suas milhas sem nenhum custo.

Samba Tech

Essa é a maior distribuidora de vídeos online independentes da América Latina, que beneficia também milhões de alunos que estudam por meio da tecnologia oferecida pela startup e suas videoaulas. Além disso, oferece transmissão ao vivo, Web TV e comunicação, treinamento empresarial, entre outros.

Méliuz

Por meio de parcerias com lojas (Casas Bahia, supermercados, Boticário, Americanas etc), você consegue receber uma parte do dinheiro gasto de volta — é a maior plataforma desse tipo de serviço do Brasil.

Hotmart

É uma ferramenta que possibilita a venda de cursos online, e-books e outros serviços sem taxa de adesão ou mensalidades, sendo a maior rede de afiliados do Brasil. É uma boa opção para quem está começando, pois você só paga pela plataforma quando fizer uma venda.

Como se pode perceber, os encantos de Belo Horizonte vão muito além das famosas comidas e hospitalidades mineiras, da variedade de programas culturais e das belas paisagens. A cidade também se apresenta como uma excelente alternativa para quem quer investir e ter um custo mais baixo do que São Paulo ou Rio de Janeiro, por exemplo.

E então, curtiu saber mais sobre as startups em BH? Então, aproveite para compartilhar este artigo nas redes sociais e conversar sobre o assunto com seus amigos!

Deixe um comentário

Share This