Belo Horizonte e São Paulo: saiba tudo sobre o turismo de negócios

  • Home
  • Dia a dia
  • Belo Horizonte e São Paulo: saiba tudo sobre o turismo de negócios

Quando falamos em turismo no país, é natural que se forme a imagem das nossas belezas naturais ou dos eventos culturais que atraem brasileiros e estrangeiros em viagens de férias para momentos de lazer e diversão, não é mesmo?

Mas é hora de mudar um pouco essa visão e prestar atenção em um mercado que está em constante crescimento e desenvolvimento: o turismo de negócios. Quem viaja a trabalho sabe que o mundo corporativo tem investido cada vez mais em eventos e reuniões, movimentando a rede hoteleira nas grandes capitais que recebem diariamente esses profissionais.

Para você ter uma ideia, são as viagens corporativas o segundo motivo que mais atrai os estrangeiros ao país, o que é muito importante para a economia porque, além das motivações profissionais, os turistas aproveitam para conhecer o que as cidades podem oferecer.

Este post quer contar sobre tudo o que atrai os executivos em duas grandes capitais brasileiras, Belo Horizonte e São Paulo. Ficou curioso? Confira:

O que é o turismo de negócios?

Até aqui, você já deve ter compreendido de maneira simplificada que o turismo de negócios é o segmento criado para atender às demandas do profissional que se desloca a outra cidade para realizar atividades referentes ao trabalho.

Contudo, nem sempre foi assim. Até pouco tempo, essas visitas sazonais não eram consideradas turismo, por conta da natureza das atividades desenvolvidas. Foi a ONU (Organização das Nações Unidas) que observou o impacto dessas ações e determinou uma nova classificação.

A partir daí, o turismo de negócios foi definido como o conjunto de atividades que envolvem a aquisição de passagens aéreas, hospedagem em hotéis, alimentação e lazer praticados com o intuito de firmar parcerias e convênios, vender bens e serviços ou participar de treinamentos ou congressos fora de sua região ou país de origem.

Como o segmento funciona em São Paulo e Belo Horizonte?

Quando o assunto é viagem corporativa, os grandes centros são os mais visados, e é simples entender a razão. A estrutura é diferenciada e capaz de agradar aos diversos públicos envolvidos.

Sem contar as facilidades de transporte, de alimentação, da qualidade dos meios de comunicação, da capacidade de solucionar problemas e demais comodidades, principalmente quando a hospedagem já é realizada no local onde o evento será oferecido. 

São Paulo

São Paulo é a cidade mais populosa do Brasil, essencial para a economia por ser sede de várias empresas nacionais e internacionais. Não é de admirar que seja a campeã do setor.

A capital paulista é privilegiada e recebe cerca de 13 milhões de executivos todos os anos. É muito difícil, em algum momento da vida profissional, não usufruir das infinitas possibilidades por ela ofertadas.

Com localização estratégica, o acesso para a região é assegurado por dois aeroportos de grande porte: Guarulhos e Congonhas. Pode-se contar, também, com o aeroporto de Viracopos, na Região Metropolitana de Campinas, que é um forte apoio para as atividades do estado e da capital.

Quanto às transações financeiras ou comerciais, elas são facilitadas, pois existem mais de 80 bancos com sede na cidade. Fora os excelentes restaurantes, hotéis para hospedagem e centros de convenções.    

É esse dinamismo da cidade, conhecida por “nunca parar”, outro forte atrativo. A rotina agitada passa a credibilidade necessária e a sensação de estar preparada para qualquer situação.

Belo Horizonte

Na capital mineira, o contexto é um pouco diferente. A cidade é mais visitada por pessoas em busca de lazer e entretenimento, embora a qualquer instante essa realidade possa mudar. 

O município tem muito a oferecer para o turismo de negócios. De acordo com o levantamento da Fundação João Pinheiro (FJP), em 2017 foi apontada como a primeira das 10 cidades mineiras que mais apresentam crescimento nesse sentido. Isso se deve ao fato de que a cidade, além de ser a sede administrativa do governo de Minas Gerais, tem elevado número de startups e indústrias, o que acaba atraindo os executivos.

Avaliada por seu excelente atendimento, é rica no setor hoteleiro, que sofreu muitas melhorias e investimentos, contando com dois grandes centros para realização de eventos empresariais, o Minascentro e o Expominas, que hoje têm parte de suas agendas ocupada com a realização de outras programações. 

Qual o cronograma de eventos corporativos para 2018?

Sabemos que a realização de feiras e eventos é primordial para o aquecimento do turismo de negócios. São eles que abrem oportunidades e garantem que os empreendedores tenham bons resultados, mesmo em período de crise no país.

Em 2018, de acordo com o Calendário Brasileiro de Exposições e Feiras, muita coisa bacana está por vir, e a maioria está concentrada em São Paulo e Belo Horizonte. Dos 228 eventos já confirmados, 112 serão realizados nessas capitais. 

São Paulo

São Paulo receberá 94 dos eventos oficiais, e o número tende a subir no decorrer do ano com as reuniões que acontecem nos diversos setores. Afinal, a média de convenções na cidade é de um evento a cada seis minutos. Muita oportunidade, não é?

Entre os principais podemos citar:

  • Salão Internacional do Automóvel — a maior exposição da indústria automobilística acontece há 58 anos na cidade; ainda sem data definida;
  • Bienal Internacional do Livro — a 25.ª edição do evento, que é um misto de negócios, cultura e diversão, está programada para agosto deste ano;
  • Feicon Batimat — programada para abril de 2018, é a exposição mais importante para a arquitetura e a construção civil, a única da América Latina que promove a interação com as duas áreas em um mesmo ambiente;  
  • Beauty Fair — a Feira Internacional da Beleza está programada para setembro na capital paulista;
  • Feira Internacional da Mecânica — referência internacional em apresentar projetos de inovação, já liberou o credenciamento dos interessados e está prevista para o mês de abril; 
  • Feira Hospitalar — essencial para os profissionais da área da saúde, a feira também é destaque internacional. Vai ocorrer em maio de 2018.

Belo Horizonte

No cronograma de BH existem 18 eventos confirmados. Quando se trata de eventos oficiais, que acontecem todos os anos e são referência, o número é bem expressivo, sendo o segundo melhor índice dos grandes centros urbanos. Entre eles:

  • International Professional Fair — ponto de encontro dos profissionais da beleza, com as principais marcas e lançamentos de produtos, está agendada para julho deste ano; 
  • Franchising Fair Brasil — excelente oportunidade para quem se interessa em investir; a maior feira de franquias do país está confirmada para agosto e setembro;
  • Super Minas — para quem não conhece, o evento é uma convenção mineira de supermercados, considerada uma dos melhores do Brasil, a ser realizada em outubro;
  • Feira Nacional de Artesanato — mantendo a tradição mineira de artesanato e expressões culturais, a feira nacional reúne diversos expositores e será realizada em dezembro;
  • Semana Internacional do Café — os produtores de café não ficariam de fora, e o Espaço Café Brasil reúne em novembro os profissionais de toda a cadeia produtiva para um dos melhores bate-papos sobre o assunto.  

Gostou da variedade e oportunidades de negócios? E essas são só algumas das feiras sediadas nas regiões.

Como aproveitar a viagem a trabalho?

Uma pergunta frequente quando o assunto é aproveitar a viagem a trabalho é sobre as atitudes que podem prejudicar a imagem do profissional perante seus empregadores.

Para evitar pequenos erros, a primeira coisa que você deve ter em mente é que uma viagem de trabalho é diferente de uma viagem de lazer. Tenha isso claro, mantenha o foco nos objetivos principais e esteja sempre disponível para a sua empresa. É importante manter contato.  

Seja qual for o destino, prepare-se com antecedência para viajar. Escolha um bom hotel para viagem corporativa, fique atento à exigência de documentos específicos e, se for passar muitos dias fora, faça exames médicos para que a sua estadia ocorra com tranquilidade.

Para manter uma postura profissional, coloque em sua bagagem roupas adequadas para cada uma das atividades que foram programadas. Lembre-se de que você está ali para representar uma organização. E não se atrase para os compromissos.

Caso seja questionado, procure não falar mal da empresa, dos colegas ou dos superiores. Outra dica que pode ajudar a causar uma boa impressão é o controle de gastos. Procure preencher o seu relatório corretamente, utilizando os recursos apenas para fins profissionais.

E as oportunidades de negócios?

Certamente você já ouviu a frase “Tempo é dinheiro”. Para uma boa produtividade, não deixe de administrá-lo bem. Com a organização necessária, é possível realizar todo o trabalho sem sobrecarga e ainda ter o tempo ideal de descanso.

Sabemos que as viagens são uma ótima oportunidade para aumentar a networking, ainda mais com tantas opções, como em SP e BH. Não deixe de fazer os contatos que podem ser importantes para a sua carreira no futuro.

Apenas tome cuidado com os exageros e excessos. Isso não significa que seja permitido procurar um novo emprego durante uma viagem profissional, pode deixar uma péssima impressão. Aproveite, mas tenha bom senso.

O que fazer com o tempo livre?

É possível que você trabalhe mais horas que de costume, mas não deixe de pensar no seu momento para relaxar. Saiba escolher o hotel adequado às suas necessidades.

A segurança em hotéis deve ser sempre levada em consideração e verificada. Lembre-se de que a sua empresa é responsável pelo que acontece com você.

Preocupe-se, também, com os meios de comunicação. Você vai precisar deles, não somente para o trabalho, mas para manter contato com os familiares e amigos.

Preencha o seu tempo livre com atividades prazerosas, leia, assista aos seus programas favoritos e, por que não?, dê uma volta e faça turismo pela região.

Pega mal fazer turismo durante uma viagem a trabalho?

As viagens de trabalho são oportunidades para conhecer outros costumes e culturas. É natural sentir vontade de explorar o novo ambiente, e essa curiosidade é aceita pelas organizações.

O problema é quando o profissional se esquece do objetivo principal. Para evitar situações desagradáveis, faça os seus passeios somente depois de ter realmente cumprido todos os compromissos. Procure saber se a sua empresa tem uma política para viagens. Ter essas informações vai trazer mais segurança em diversas situações.

Agora, que tal conhecer alguns lugares para visitar em SP e BH sem prejudicar o expediente?

São Paulo

Se tem uma coisa que não falta são pontos turísticos em São Paulo. São milhares de opções de entretenimento e de atividades culturais. A cidade é repleta de construções históricas, parques, galerias e bares que valem a pena conhecer.    

No centro da cidade estão obras importantes para a arquitetura, como os edifícios Altino Arantes (Banespão) e o Martinelli, o Teatro Municipal e o Mosteiro de São Bento, valorizando a história local.

Vale um passeio pela mais paulista das avenidas, onde se pode encontrar (além do centro comercial) teatros, cinemas, museus e centros de cultura que estão sempre muito movimentados.

Se você gosta de compras, o shopping a céu aberto da 25 de Março e o Mercado Municipal são paradas obrigatórias, e estão à sua disposição.

Para finalizar, que tal entrar em contato com a natureza e acrescentar uma visitinha ao Parque Ibirapuera?

Belo Horizonte

Existem muitos pontos turísticos em Belo horizonte. Como já foi mencionado, a cidade atrai muitos turistas em busca de lazer. São prédios históricos e tombados, eventos culturais e gastronômicos, e muito para ser explorado.

Após um dia intenso de trabalho, que tal um passeio pelos bairros famosos da cidade, por exemplo? Ou uma simples visita ao cartão-postal, a Praça da Liberdade? Um maravilhoso circuito cultural.

Para quem prefere contato com a natureza, uma das inúmeras alternativas é o Parque Municipal Américo Reneé Giannetti. O parque, além de um local agradável e tranquilo, tem feira de artesanato aos domingos, e ainda o complexo cultural Palácio das Artes.

Escondendo algumas curiosidades e delícias mineiras, o Mercado Central de Belo Horizonte é outro ponto imperdível, você vai se apaixonar.

Como podemos ver, o turismo de negócios está em constante crescimento. É um setor cheio de dinamismo, que movimenta as grandes capitais e a economia do país, oferecendo muitas oportunidades de desenvolvimento para todos os envolvidos.

Gostou do post? Na sua próxima viagem de negócios para São Paulo ou Belo Horizonte, antes de escolher o hotel, entre em contato com a gente! Estamos sempre prontos para atendê-lo!

Deixe um comentário

Share This